10 Maio, 2016

Testemunho emotivo de Zerbino marca evento organizado pela Eurofirms e CAEB

O sobrevivente do acidente aéreo ocorrido nos Andes, em 1972, compartilhou a sua experiência e ensinamentos durante o evento organizado pela Eurofirms e a Confederação de Associações Empresariais das Ilhas Baleares (CAEB).

Zerbino: When Quando a mente te diz que já não podes, poderás ainda dar mais 10 000 passos.

 

No âmbito do acordo de colaboração entre a Eurofirms e a  CAEB (Confederação de Associações Empresariais das Ilhas Baleares), realizou-se, no dia 9 de maio em Palma de Maiorca, uma conferência a cargo de Gustavo Zerbino, sobrevivente do acidente aéreo ocorrido nos Andes em 1972. 

Carmen Planas, Presidente de CAEB, destaca Zerbino como uma figura de referência em termos de superação, compromisso, liderança e motivação de equipas, acrescentando que tanto a CAEB como a Eurofirms partilham um objetivo comum: ajudar as empresas a cuidar e a potenciar o seu principal valor, as pessoas. Contar com equipas de trabalho bem lideradas, empenhadas, motivadas e capacitadas, é uma garantia de competitividade e êxito empresarial

Também Miquel Jordá vê Gustavo Zerbino como um magnífico exemplo de superação face à adversidade e de como encontrar a motivação necessária para seguir em frente e alcançar os nossos objetivos, tanto em termos profissionais como pessoais.

Em 1972, Gustavo Zerbino converteu-se num exemplo de superação quando juntamente com um grupo de 15 colegas, que integravam uma equipa de Rugby, conseguiram sobreviver ao famoso acidente de avião na Cordilheira dos Andes.

Ao longo da sua exposição, Zerbino vai dando detalhes do acidente e explicando como conseguiu sobreviver à tragédia.

 

Na vida podemos sempre mais

Gustavo Zerbino, que após o acidente estudou Medicina e trabalha atualmente num laboratório farmacêutico, é a prova de que na vida podemos sempre mais e de que para solucionar os problemas devemos aceitá-los e ultrapassá-los, ser totalmente responsáveis e empenhados e nunca deixar de desfrutar a vida. O empresário e consultor explicou que o caminho não é queixarmo-nos porque as coisas não são como queremos, já que isso conduz à negatividade e ao fracasso, mas sim enfrentar os problemas impulsionando a ação. Acrescentou que as coisas que acontecem dependem apenas de nós próprios, pelo que devemos escolher se queremos ser apenas um espectador ou lutar para nos convertermos em protagonistas da nossa própria vida.

Zerbino afirma que a mente é um instrumento e que devemos saber como utilizá-la de maneira positiva, porque quando a mente te diz que não podes, poderás ainda dar mais 10 000 passos! Viver a vida com amor e solidariedade é a chave da sua experiência.

Miquel Jordà (Eurofirms), Gustavo Zerbino e Carmen Planas (CAEB), momentos após terminar a conferência. steps further, said Zerbino, for whom the key to his experience is living life with love, solidarity and gratitude.