8 Fevereiro, 2018

A gestão por valores da Eurofirms, um caso de estudo no IESE

O IESE apresenta a história da Eurofirms para inspirar diretores de empresas a gerir a sua atividade utilizando um modelo de sustentabilidade social e económico, a gestão por valores.

O Método do Caso do IESE permite desenvolver as capacidades de direção dos líderes empresariais do país.

Pessoas e valores sempre foram o centro da cultura da Eurofirms. Este modelo de gestão por valores é uma das razões pelas quais a empresa é há já mais de 25 anos uma referência de qualidade no setor dos Recursos Humanos, consolidando um modelo empresarial próprio que coloca as pessoas e o seu bem-estar em primeiro lugar. “Primeiro estão as pessoas e depois a atividade empresarial”. Assim o entende Miquel Jordà, diretor-geral do Grupo Eurofirms, a empresa de Recursos Humanos que, ao colocar as pessoas no centro de tudo, conseguiu continuar a crescer em percentagens de dois algarismos nos últimos anos e ascender desde as suas modestas origens para se transformar na primeira empresa de trabalho temporário de capital espanhol e a quarta do ranking em Espanha.

Após conhecer e analisar a história da Eurofirms, a escola de negócios IESE incluiu-a como uma dos seus casos de estudo no Programa de Alta Dirección (PADE). Sob a direção de Mireia Las Heras e de Miguel Ángel Ariño, ambos professores no IESE, o caso Eurofirms foi apresentado durante este mês de fevereiro para inspirar diretores de empresa a gerir a sua atividade utilizando um modelo de sustentabilidade social e económico, a gestão por valores.

 

O método do caso

O método do caso é o principal método de ensino do IESE, concebido para ajudar os alunos a desenvolver as capacidades mais importantes que um diretor de empresa deve adquirir de modo a poder exercer a sua profissão com sucesso.

Ao tratar um caso empresarial real na aula, os alunos aprendem a pensar e a decidir como diretores de empresas. A partir do caso Eurofirms que, perante uma gestão por objetivos, apresenta um modelo de gestão por valores centrado no bem-estar das pessoas, os alunos podem conhecer um modelo alternativo de gestão empresarial no qual “os resultados obtidos são superiores“, segundo indica Jordà.