19 Março, 2019

A Eurofirms é reconhecida como uma das 1.000 empresas que mais cresceram na Europa, segundo o Financial Times.

 

  • Pelo terceiro ano consecutivo, o Financial Times inclui a Eurofirms no ranking que destaca as 1.000 empresas europeias com maior crescimento.
  • A Eurofirms fechou o ano de 2018 com um volume de vendas total de 386 milhões de euros, em Espanha e Portugal, contando já com 107 delegações.

 

19 de março 2019.

Pelo terceiro ano consecutivo a Eurofirms, a primera empresa nacional de Recursos Humanos, a quarta do setor em Espanha, se não incluirmos as empresas com capital estrangeiro, está presente no ranking das 1.000 empresas com maior crescimento de Europa, de acordo com o Financial Times.

Este ranking, que destaca as empresas mais inovadores e as que mais cresceram na Europa entre 2014 e 2017, posiciona a Eurofirms na 979ª posição, com uma percentagem de crescimento acumulado de 165% (mais 14% que o ano homólogo).

O ranking, este ano, destaca o setor tecnológico que conta com 149 empresas dedicadas a esta área. A Alemanha é o país que apresenta um maior número de empresas nesta lista (230), enquanto que Londres lidera a nível de cidades, com 63 empresas na lista. Pode consultar o ranking completo clicando aqui.

Para a Eurofirms, 2018 voltou a ser um ano de crescimento, apresentando um volume de faturação de 386 milhões de euros em Portugal e Espanha, mais 10% que o ano anterior. O aumento das vendas define, uma vez mais, uma trajetória positiva nos resultados que, nos últimos anos, apresentaram um crescimento percentual de dois dígitos. Para além disso, a empresa expandiu a sua presença na Península Ibérica, alcançando as 107 delegações, das quais 91 estão localizadas em Espanha e 16 em Portugal.

O modelo de gestão por valores é uma das razões pela qual a empresa se tornou uma referência de qualidade no setor dos Recursos Humanos, consolidando um modelo empresarial próprio que coloca as pessoas, e o seu bem-estar, em primeiro lugar obtendo assim melhores resultados.

 

Faz download do Relatório