24 Abril, 2019

A Eurofirms apresenta a radiografia de Employee Branding nas empresas em Portugal 2018

Faz download do Relatório aqui: https://bit.ly/2ICidSS

 

  • O relatório é um reflexo da realidade e da tendência das empresas portuguesas, na hora de aplicar o Employee Branding.

  • 91% das empresas estão presentes nas redes sociais e profissionais, mas não investem em formação sobre a matéria (apenas 12%).

  • O Employee Branding é importante para cerca de 88% das empresas, no entanto apenas 19% desenvolveram um plano de ação específico.

 

A Eurofirms, a primeira empresa espanhola de Recursos Humanos apresenta, pelo segundo ano consecutivo, a “Radiografia do Employee Branding nas empresas em Portugal 2018”, com base num estudo realizado a representantes de 116 empresas portuguesas. Segundo o relatório, que é um reflexo do Employee Branding em Portugal, cerca de 93% das empresas têm perfis profissionais nas redes sociais e mais de 80% considera importante o Employee Branding como parte da sua estratégia de comunicação.

O estudo realizado pela Eurofirms mostra a realidade e a tendência das empresas na hora de aplicar este método de comunicação da marca e dos valores da organização, de forma a conseguir colaboradores alinhados com a cultura da empresa, que irão agir como embaixadores da marca.

91% das empresas está presente nas redes sociais e profissionais

Segundo o estudo, cerca de 91% das empresas afirma dispor de um ou mais perfis corporativos nas principais redes sociais e profissionais, uma tendência em alta, já que em 2017 a percentagem de empresas que estavam presentes nas redes sociais corporativas era apenas de 81%. Contudo, apenas 12% destas empresas oferecem formação aos seus colaboradores em matéria de redes sociais. Uma percentagem que decresceu 7% em relação ao ano passado, uma vez que em 2017, 19% das empresas investia neste tipo de formação.

 

 

O Employee Branding é um excelente recurso de comunicação, cada vez mais importante, e a prova é que a percentagem de empresas que o consideram relevante na sua estratégia de comunicação aumentou, em relação ao ano passado. Cerca de 88% das empresas considera-o importante (mais 6% que em 2017), no entanto apenas 22% desenvolveram um plano específico. Porém, é visível um esforço por parte das empresas em apostarem na criação de um plano específico para trabalhar o Employee Branding, em 2018 houve um aumento de 3% de empresas que desenvolveram um plano de ação interno nesta matéria comparativamente ao ano homólogo).

 

Descobre todos os detalhes do relatório aqui.

Faz download do Relatório